A difícil tarefa

Para casa. Dever. Exercício. Seja lá qual nome receber, o exercício que vem da escola para ser feito em casa é complexo. Não interessa se é para pintar dois círculos ou pesquisar a origem do carnaval, haverá um conflito com o qual não estarei pronta para lidar.

Mesmo depois de duas filhas. Mesmo depois de uma década de acompanhamento escolar.

Seja uma boa mãe, acompanhe e corrija o dever de seu filho, diz o manual da maternidade participante e politicamente correta. Sente-se ao lado dele e confira cada item, cada desenho, cada conta.

Mas ninguém disse que há um conflito. E que o dever é o espaço/tempo da discussão de toda a sua vida materna. Cada ausência sua será cobrada no F maiúsculo que não sai perfeito. No P minúsculo que alcança a outra linha e não deixa espaço para a palavra seguinte.

Cada cor será discutida minuciosamente mesmo que tudo termine em rosa.

Cada vez que a borracha apaga um erro é um sofrimento porque você não o evitou.

Respire. Aguarde. Em breve você vai poder dizer que não sabe nada daquilo – e é o que os filhos esperam para manter a sanidade, que você não saiba.

Enquanto isso, haja lápis de cor.

WhatsAppFacebookTwitterGoogle+LinkedInEmailGoogle GmailYahoo BookmarksOutlook.com
Janaína Leite
Sobre o autor

Janaina Leite é professora universitária e publicitária especializada em marketing político. Também é mãe.

Share on